Testemunhos

Tabitha P. (Inglaterra)

Eu sou um advogado muito ocupado e fiz exatamente como vocês sugeriram. Usei o programa 1 do Cefaly por apenas 5 minutos todos os dias e o programa 3 por 20 minutos sempre ao fim de semana. Não tenho uma enxaqueca há mais de 5 semanas.

Isto é brilhante, estou muito contente. Há muitos anos que eu não passava tanto tempo sem ter uma enxaqueca. Manter-vos-ei informados e obrigado pela vossa maravilhosa invenção. Devo acrescentar que, quando tinha enxaquecas, ficava com violentas dores de cabeça e muitas náuseas; como podem imaginar, isto é como um milagre para mim. E mesmo que este milagre terminasse agora, 5 semanas sem sofrer já é um tempo recorde pra mim.

Mary P. (Inglaterra)

As minhas crises de enxaqueca iniciaram-se depois da terceira gravidez, quando eu tinha 28 anos. Elas eram provocadas pelo stress, pela altura do mês, por qualquer tipo de bebida alcoólica, chocolate ou queijo, coisas usuais. A dor de cabeça localizava-se por cima da minha sobrancelha direita e na região posterior da cabeça. Já tinha tentado tudo o que existe no mercado e nestes dias tinha que utilizar medicação que tem efeitos colaterais muito desagradáveis.

Se não tomasse medicamentos as dores de cabeça continuavam por tempo indeterminado. O máximo que consegui suportar foram três semanas mas depois tive que tomar medicação. Mesmo tendo tido três filhos e a chegada à menopausa não trouxeram nenhuma alteração às crises.

Quando a Glaxo lançou o “Imigran” a minha vida mudou porque eu podia tomar este medicamento enquanto estava a trabalhar. A medicação tinha poucos ou nenhuns efeitos colaterais mas era muito cara. Eu consumia em média 4 a 5 comprimidos por semana mas o único benefício era que tratava a enxaqueca, mas não diminuía a frequência das crises. Até que chegou uma altura em que o médico me disse que eu não podia continuar a consumir esta medicação tão frequentemente e deveria tentar encontrar algo diferente.

No ano passado li sobre o Cefaly no jornal da manhã e comprei imediatamente um. Segui as instruções rigorosamente e estou a utilizar há aproximadamente 6 meses. Para mim o resultado foi quase imediato. Durante este período tive apenas uma ou duas enxaquecas (comparativamente menores) e recentemente, nenhuma crise.

Eu faço 60 anos em novembro e é justo dizer que tenho sofrido fisicamente, emocionalmente e financeiramente de enxaqueca. São mais de 30 anos mas desde que uso o Cefaly vivo normalmente e não tenho que prestar tanta atenção ao que como ou bebo.

Nancy W (Inglaterra)

Eu sofro de enxaquecas há anos, tal como a minha mãe e também tenho epilepsia.

A primeira vez que usei o Cefaly, eu estava preocupada com a possibilidade de ter uma crise de epilepsia pois as sensações são muito estranhas mas não me aconteceu nada. Fiz o programa 1 quando tive uma crise de enxaqueca e o Cefaly realmente funcionou pois, surpreendentemente, a dor desapareceu. Como prevenção eu utilizo também os programas 2 ou 3 uma vez por dia (eu gosto do programa 3 porque, definitivamente, melhora muito o meu humor!)

Sandrine D. (Estados Unidos da América)

Estou a usar o Cefaly desde que chegou ao mercado e sinto uma diferença enorme. Faço entre 5 a 7 tratamentos por dia, no mínimo 2 deles com a potência máxima.

As minhas enxaquecas não só são menos frequentes mas também menos intensas. Em média a frequência das crises diminuiu, de diária, para 3 ou 4 crises por semana no máximo, às vezes até menos. A dor agora é muito mais suave, tomo menos medicação e o tempo de duração das crises também diminuiu. Se acordo com uma enxaqueca ela desaparece no inicio da tarde ou se tenho uma crise à noite, na manhã seguinte já não sinto nada! Isto NUNCA me tinha acontecido antes.

Robin (Canada)

Querido Ceflay, tenho 42 anos de idade e sofro de enxaquecas desde os 14.

A minha média de crises era entre 15 e 28 por mês. O meu problema tem sido um mistério para as dezenas de curandeiros, médicos e especialistas que tenho consultado ao longo dos últimos três décadas. Posso dizer que tive sorte em conseguir suportar centenas de tratamentos diferentes ao longo dos anos. Da psicoterapia à dieta, à dieta mais uma vez, uma outra dieta diferente, testes de alergias, exames ao cérebro, pesquisa de cancro, fatores hormonais, medicina tradicional chinesa, yoga, acupuntura, shiatsu… Eu poderia continuar a descrever, desde o obscuro pappimi e terapia PUVA, tratamentos energéticos, remédios florais, homeopatia, massagens (em todas as suas variações), botox, o método Silva, terapia de luz e cor, reflexologia (pés, mãos e orelhas)… enfim, quase trinta anos e sem resultados nenhuns. Foi então que comprei o vosso dispositivo.

Tive 3 enxaquecas este mês o que para mim é maravilhosamente inédito. Por isso, obrigado, que resultado espantoso. Vou continuar com os tratamentos duas vezes por dia e espero poder enviar um e-mail dentro de poucos meses com resultados ainda melhores. Estou muito feliz porque em todos estes anos de dezenas e dezenas de tratamentos nunca obtive qualquer mudança até que agora encontrei o vosso dispositivo. Obrigado. Obrigado.

Atenciosamente, Robin.

Anne-Marie DD (França)

Eu vivi 25 anos nos EUA. Tive sempre muito trabalho, viagens e stress. Tinha dores de cabeça insuportáveis pelo menos 2 vezes por mês, que iam de um lado ao outro da face e duravam vários dias. Eu era seguida na Clínica da Dor (Clínica de Dor) na UCLA (University of California, Los Angeles) e isso ajudou-me a gerir e a controlar as dores. Mas, com o tempo, as injeções de Imitrex eram a minha única ajuda. Perdi o meu pai há 7 anos e a dor de cabeça prolongou-se por muito tempo e tive que suportar muitas injeções. Nos últimos 5 anos, agora estou de volta à Europa depois da minha separação conjugal, tomei Deroxat e ainda tomo 1⁄2 por dia. De uma forma geral estou melhor do que antes, com menos stress e faço ioga. Agora estou a usar o Cefaly, há mais de um ano, principalmente para relaxar quando sinto que uma crise está para chegar. É muito eficaz quando a aura aparece.

Dorothée G (França)

Desde a minha adolescência que sofro com dores de cabeça (cefaleias). Acontecem de forma aleatória. Para acalmar essas dores tomo Propofan. Também tenho enxaquecas que aparecem principalmente durante o período menstrual. Nessas alturas tenho que deitar-me no escuro e sem qualquer ruído.

Utilizo o Cefaly há dois meses, quando começo a sentir a dor e os impulsos emitidos por este dispositivo acalmam muito as minhas crises de dores de cabeça.